Piercing no Rosto: Nomes, Fotos, Masculino, Feminino, Dicas!

Veja as principais opções disponíveis de piercing no rosto

Publicidade

O piercing é uma forma de expressão corporal e de conquistar uma identidade própria. Feito de maneira adequada, ele pode garantir um visual que complete de vez o seu jeito de ser e que o mostre para o mundo. Nesse sentido, o piercing no rosto é uma das possibilidades mais utilizadas.

Estando lá para quem quiser ver, essa não é a escolha para os inibidos ou que estão em dúvida. Por outro lado, é a opção perfeita para quem quer mudar a forma como se olha no espelho. Por isso, veja a seguir alguns locais do rosto onde é possível fazer piercings e escolha o seu!

Têmpora

O piercing na têmpora é uma opção pouco usual, mas que pode criar um ótimo efeito dependendo da sua realidade. Para se localizar melhor, a têmpora fica nesse osso que existe embaixo do olho, fazendo um formato de C.

Com isso, o piercing pode ser colocado na parte mais lateral do rosto, na altura dos olhos e de maneira mais reta. Também é possível colocá-lo na direção do canto do olho, abaixo dele. Assim, ele fica parecendo uma espécie de lágrima brilhosa.

Por causa da região, o mais comum é que o piercing seja do tipo microdermal, ou seja, tem apenas o ponto brilhoso de entrada.

Maçã do rosto

Outra possibilidade é o piercing colocado na maçã do rosto. Em geral, ele também é do tipo microdermal e fica na parte das bochechas, principalmente. Se você tiver covinhas, esse é um lugar bastante estratégico para colocá-lo.

É muito comum que esse tipo de piercing apareça aos pares e de maneira simétrica. Por ser mais aparente, o visual fica muito mais arrojado e é necessário ter bastante personalidade para sustentar a escolha.

Orelha

O piercing na orelha, por sua vez, é uma opção que normalmente é mais modesta e que fica menos aparente. Você pode escolher, por exemplo, fazer um piercing único no lóbulo da orelha. Esse é o mais comum entre quem não quer arriscar demais e muda o visual de maneira leve.

Outra opção é fazer o piercing do tipo transversal. São feitos dois furos, um em cada ponta diagonal do lóbulo da orelha, e é passada uma joia no estilo flecha.

Já se quiser algo diferenciado, o piercing no tragus — a “aba” que protege o canal auditivo — é uma boa escolha e pode ficar muito delicado. Da mesma maneira, você pode escolher um piercing que não é na orelha em si, mas no canto do rosto, bem próximo à região.

Em todos os casos, o mais comum é que seja usado o piercing surface, no qual as duas pontas aparecem.

Nariz

O piercing no nariz é um dos grandes clássicos. Ele dá um toque mais radical ou mais delicado ao visual, dependendo da escolha, e garante muito mais personalidade. Basta fazer um furo menor na região do nariz para conquistar o efeito.

Esse tipo de piercing aceita tanto joias do tipo microdermal como também joias do tipo argola. O visual se torna bastante versátil para quem faz essa escolha.

É um piercing sem muitos mistérios, mas que exige cuidados redobrados por causa da possibilidade de infecção devido ao local de difícil acesso.

Septo

Embora o septo seja a parte que separa as duas narinas, ele não entra exatamente no conceito de piercing no nariz. Como ele é feito mais internamente e o visual é bem diferente, ele merece uma categoria própria quando os piercing no rosto são o assunto!

Para fazer esse piercing é necessário perfurar o septo de uma ponta à outra, incluindo uma joia maior e que é curvada para baixo. As pontas podem ter bolinhas ou uma espécie de ponta de lança, mas o objetivo é que ele fique aparente.

Em alguns casos, são usadas argolas em que a parte mais curva é que fica à mostra. Inclusive, há opções bem peculiares, que são mais trabalhadas, maiores e mais chamativas.

Boca

Considerando que a boca é uma das partes do rosto que mais recebe atenção, o piercing nesta região nunca passa despercebido. Uma das possibilidades inclui colocar o piercing diretamente no lábio.

Para não atrapalhar a mastigação, o piercing normalmente é do tipo argola ou microdermal, de modo que não haja uma ponta dentro da boca para incomodar.

Porém, também é possível colocar o piercing que cruza a espessura do lábio, seja no canto ou no centro. Assim, é utilizado um do tipo surface.

O piercing Monroe ou Madonna é colocado onde essas duas figuras famosas possuem uma pinta> bem acima da boca, no canto dos lábios. O efeito fica bem delicado e bonito e, normalmente, utiliza-se um do tipo microdermal.

Sobrancelha

Outra parte que também pode receber piercings é a sobrancelha. Em geral, é feito um furo no canto externo da sobrancelha por onde se passa um piercing do tipo surface. Porém, vale a pena levar em conta que esse tipo tem caído em desuso e, hoje, já não é tão comum vê-lo sendo utilizado.

Para compensar, existe uma possibilidade alternativa: o de colocar piercing na região entre as sobrancelhas. Bem no alto do osso do nariz, faz-se um furo horizontal, como que indo de uma sobrancelha em direção à outra. Assim, utiliza-se um piercing surface para um visual bem mais arrojado.

Combinação de piercings

Ao falar de piercing no rosto, também é possível que ele não apareça no singular. Como visto, o piercing na maçã do rosto geralmente aparece em dupla, de modo a criar simetria.

Porém, também é possível fazer combinações entre áreas diversas. É possível ter piercing no nariz e no septo, no nariz e na boca, no septo e na orelha e assim por diante. As possibilidades são infinitas e não faltam escolhas para decidir como vai ser o seu visual!

Ao desejar fazer um piercing no rosto você terá dezenas de possibilidades, de modo que vai poder conquistar o visual do jeito que quiser. Apenas não se esqueça de fazer com profissionais especializados e tome todos os cuidados para evitar infecções!

Qual desses vocês mais gostou? Conte para a gente nos comentários!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)